Alimentação saudável: como montar um plano para mudar os hábitos

Você sabia que 80% do resultado em saúde, disposição e peso ideal se refere ao que você come, ou seja, a sua nutrição? Nos dias de hoje podemos dizer que alimentação saudável vale estes 80%! Os outros 20% sim estão relacionados a atividade física, um interage com o outro mas esta óbvio o peso maior de um sobre o outro. Precisamos entender o que exatamente engloba nos dias de hoje, a alimentação saudável, entenda o conceito de balanço energético AQUI e como isto pode ser eficaz na sua rotina caso praticado.

Se você decidiu iniciar um plano de alimentação saudável, PARABÉNS! Essa decisão é um passo importante para se tornar uma pessoa de bons hábitos. Para que dê certo, você precisa manter alguns objetivos bem definidos em mente. Exemplo: quando se tenta desenvolve novos hábitos, quer se trate de alimentação saudável, fazer exercícios ou parar de fumar, haverá maior possibilidade de sucesso, se for feito de um plano antes de dar início ao processo de mudança.

Lembre-se pequenas metas, grandes vitórias!!

Um plano para a formação de novos hábitos inclui metas de longo e curto prazos, bem como idéias para ultrapassar barreiras que surgem ao longo do caminho. Comece com metas pequenas, que você pode alcançar rapidamente. É mais fácil adotar um novo hábito, quando tudo dá certo logo de início. O apoio da família e dos amigos também é importante para transformar os hábitos alimentares. Não tenha medo de se expor. Fale a respeito do seu desafio e peça ajuda. Todos sairão ganhando.

Fazer uma única refeição saudável é fácil. Fazer até mesmo três refeições saudáveis em um só dia é tranquilo. Agora, difícil mesmo é fazer mudanças duradouras em sua alimentação. Para que um hábito possa ser incorporado ou descartado é preciso montar uma estratégia para vencer os obstáculos. As razões para começar a mudança devem ser pessoais, ou seja, a vontade deve ser sua, gerada dentro de você e não promovida por outras pessoas, como familiares e amigos. Você precisa querer mudar! Pense nas razões de forma objetiva: se é pra melhorar um problema de saúde específico, ter mais energia e disposição ou emagrecer e ficar mais feliz consigo mesmo. Depois, pense aonde você quer chegar. Não estabeleça metas impossíveis, mas sim pense em algo razoável e estabeleça um prazo pra isto acontecer. Se pretende emagrecer 10 quilos pense em quanto tempo consegue atingir esta meta. Reflita de forma consciente. Um ritmo saudável de emagrecimento significa, no máximo, quatro quilos por mês. E para deixar seu plano à prova de armadilhas, pense em todos os “gatilhos” que podem aparecer ao longo do caminho de modo a atrapalhar seus planos – prepare-se para vencer! Quer um exemplo? Você quer emagrecer e mudar de hábitos, mas convive, no trabalho com um colega glutão. Então, fique longe dele na hora das refeições e dos intervalos.

E como começar?

Anote seus motivos em uma folha e coloque-a em lugar visível. Defina a meta e o tempo para chegar até lá – e faça disso outra anotação. Acompanhe seu êxito, destacando as mudanças de peso a cada semana. Estabeleça objetivos de curto prazo – por exemplo, comer frutas cinco vezes por semana ou começar as refeições com a salada, e, a seguir, os de longo prazo, como emagrecer 10 quilos em quatro meses. Em uma espécie de diário, você pode até detalhar todos os alimentos que comeu e os exercícios que fez. Também pode descrever como estava seu estado de espírito e/ou se aconteceu algo de anormal durante a refeição. São informações valiosas para reler e avaliar o que realmente funciona ( e atrapalha) o seu progresso.

Anote aí cindo dicar pra você alcançar sua meta:

1 – Ao invés de retirar alimentos de sua dieta diária, introduza novos. Acrescente pelo menos uma porção de frutas e salada por dia e coma mais peixe.

2 – Preste atenção no seu modo de comer e em como você se sente. Consegue perceber a diferença quando come melhor e mais tranquilamente?

3 – Diminua gradualmente o teor de açúcar e gordura da sua alimentação. Você vai notar a diferença no paladar.

4 – Procure apoio entre os familiares e amigos, ou em grupos que atraiam pessoas com o mesmo objetivo para trocar experiências e buscar motivação. Quanto mais apoio receber, mais fácil será para você promover mudanças.

5 – E não se esqueça de se recompensar pela sua evolução! Faça o que for preciso para lembrar que está no caminho certo!

 

Boa sorte e mãos a obra!

Um grande abraço!